penteadeira-ABRE

A serviço da mulher

Não, não vamos falar de casamento. Pelo menos não neste momento. O sonho de que falamos é um ícone de estilo e objeto de desejo das mulheres: A penteadeira – aquele móvel onde as mulheres guardam todos os seus bens mais precisos como escovas de cabelo, cremes, maquiagem e outras “cositas”. Peças chave na decoração, elas imprimem um toque clássico ou retrô ao quarto.

Criada no século XIX, a peça ganhou vários estilos e referências ao longo do tempo. Inicialmente, a penteadeira era conhecida como toucador e era utilizada principalmente antes de dormir, quando mulheres e homens colocavam suas toucas para protegerem o penteado. O toucador era uma espécie de cômoda com espelhos articulados, que facilitavam a visão lateral e posterior. Foi então, que a penteadeira se tornou, isso nos idos do século  XIX, um móvel obrigatório no quarto das moças. A sociedade da época exigia que elas se apresentassem em sua melhor toilette.

As penteadeiras podem ser classificadas de acordo com o estilo do mobiliário de época. Por exemplo, elas podem ter o estilo Luis XV, os móveis fabricados durante o reinado de Luís XV, mesmo que à época não existissem. Ou, vitoriano, as penteadeiras fabricadas na era da rainha Vitória, na Inglaterra do século XIX, ou ainda provençal, surgido entre os séculos XVII e XVIII no bucólico Sul da França. Foi uma forma criada pelos camponeses para imitar os móveis da realeza.

Já no século XXI – na era das tecnologias convergentes, das mídias sociais, dos ficantes -, vemos o curioso ressurgimento das penteadeiras. Com o passar dos anos, elas foram mudando  – ganhando curvas ou explorando as possibilidades da linha reta – com cores cada vez mais chamativas. Tudo isso para dar um up na decoração e, claro, servir à mulher.

Para a designer de interiores e proprietária da Casa Montiel – loja especializada em móveis –, Reyla Montiel, as penteadeiras são um ícone feminino. “Elas são peças do desejo de consumo da grande maioria das mulheres”, enfatiza. “Esse simples móvel é capaz de despertar fascínio em qualquer idade ou classe social. Penso que isto se dá porque ela nos conecta com o nosso lado mais feminino e narcisista”, completa.

A penteadeira também é um móvel interessante para se apropriar em um projeto, tanto pelo efeito estético como pelo lado funcional. Outro grande atrativo para incluir o móvel no projeto, é a possibilidade de variar tamanhos, cores e função. Dinâmica, serve para guardar os apetrechos femininos e também pode ser usada como bancada de estudo ou apoio para notebook.

Segundo Reyla, o móvel ainda pode ser usado em diversos cômodos da casa. “Essa peça esquecida voltou com força total, se tornando a grande vedete e ocupando seu espaço em closets, quartos e até mesmo em banheiros de mulheres do mundo todo”, diz a designer.

Invista nas penteadeiras. Vejam os estilos do móvel e escolha a sua:

Um comentário para “A serviço da mulher”
  1. Vanessa Favaem 25 Mar 2014 às 14:23

    Boa Tarde!
    Gostaria de saber onde encontro para comprar o móvel da foto 8! É lindo d+!

Faça um comentário sobre esta notícia