Pipi-disfarçado-2

Arquitetura a serviço do seu pet

Eles são alegres, amorosos e fiéis amigos. Os animais de estimação são companheiros inigualáveis e, a cada dia, conquistam mais espaço na vida dos brasileiros. Recentemente, uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) registrou que 44,3% dos domicílios no Brasil possuem pelo menos um cachorro e 17,7% possuem pelo menos um gato. O resultado da enquete também mostra a razão pela qual o mercado de produtos e serviços para pets, nome em inglês dado aos animais de estimação, vem crescendo nesses últimos anos. Os donos não querem apenas dar um lar para o animal, eles o vem como um membro da família e procuram por soluções que os auxiliem na convivência com os amigos de quatro patas dentro de casa.

Apesar das semelhanças, os pets possuem hábitos bem diferentes dos humanos e, algumas vezes, a casa não está adaptada para recebê-los. Faltam, por exemplo, um espaço para o animal “ir ao banheiro”, almoçar e se exercitar, sem que isso comprometa a limpeza e a organização da casa. Para atender a essas demandas, hoje, já existem escritórios de arquitetura, decoração e paisagismo especializados em criar projetos residenciais que incluam as necessidades de acomodação dos bichos de estimação.

Sócias do escritório de arquitetura Decor In, de São Paulo, Simone Fogassa e Daniella Stecconi, são parceiras do programa Dr. Pet, apresentado pelo adestrador Alexandre Rossi no canal de TV por assinatura National Geographic, onde mostram como criar e adaptar os espaços da casa para acolher cães, gatos e outros bichos de estimação. Fora do programa não é muito diferente. Como fazem antes de iniciar um projeto, digamos, convencional de arquitetura de interiores, antes de começar o trabalho, as arquitetas vão ao encontro dos clientes para conhecer o animal, sua personalidade e o espaço que habitarão. Assim, elas podem idealizar soluções adequadas para que cada o pet em questão possa desenvolver seu comportamento natural, propiciando ambientes sofisticados e agradáveis para todos os moradores da casa.

Veja a seguir, alguns projetos de decoração criados especialmente para residências onde os bichos de estimação tem espaço garantido na vida diária das famílias.

Varanda verde – Paisagismo Ivani Kubo

Profissional com mais de 30 anos de experiência, Ivani Kubo cria e executa projetos que trazem para dentro de casa a natureza. Neste projeto, ela criou um espaço que além de transformar a varanda em um lugar agradável para relaxar, também funciona como um ambiente para os pets se divertirem e fazerem suas necessidades na grama, já que nem sempre os donos conseguem ter tempo para passear com seus bichos. A grama colocada no jardim é do tipo São Carlos, conhecida por ser resistente e se adaptar tanto ao calor como ao frio. Além disso, é ideal para os cães, pois não pinica. Vale ressaltar que esse tipo de paisagismo é possível ser desenvolvido tanto em varandas de apartamento, como em terraços de coberturas.

Cidade aérea para gatos – Projeto Decor In

É da personalidade dos gatos a independência e a necessidade de desafios. Este projeto criado pelas arquitetas Simone Fogassa e Daniella Stecconi combina a necessidade dos bichinhos com a dos donos da casa. A estante de livros possui furos entre as colunas, permitindo a passagem dos gatos de uma coluna a outra. Como gatos gostam de brincar de esconde-esconde com seus donos, a parede atrás da estante ganhou um buraco, que funciona como esconderijo. E, em cima da estante, prateleiras altas que percorrem o teto da sala servem como cidade aérea para os bichanos, simulando muros e árvores.

Privacidade na hora de “ir ao banheiro” – Projeto Decor In

Esse projeto também criado pelas arquitetas do Decor In é uma solução criativa para disfarçar o lugar onde os pets fazem suas necessidades. Foi colocada uma porta dividida em três partes com grades de apoio para pendurar os vasos de plantas. Desse modo o pet pode empurrar somente a porta debaixo para entrar e se aliviar, e o cantinho atrás da porta passa despercebido, já que o jardim vertical encobre o local.

Almoço em família

A criatividade também está presente no mobiliário da cozinha. Este comedouro encaixado no pé da bancada ajuda na organização e limpeza na hora de alimentar os animais. Sobre a base estendida, são encaixadas as tigelas, o que evita que água e ração se espalham, facilitando a limpeza. Repare nas gavetas, além de darem um charme na bancada, também ajudam a separar os utensílios dos pets sem confusão. Você ainda poderá dividir os horários de almoço na companhia do seu pet, muitos deles gostam de ter a refeição na mesma hora que o dono. Além de ser uma oportunidade para ficar de olho em como anda a alimentação do seu cachorro ou gato, a falta de apetite ou o excesso podem significar desequilíbrio na saúde do animal.

Ter um animal de estimação em casa exige cuidados e também respeito às normas do condomínio do residencial. Confira aqui um guia com dicas de cuidados e comportamento para que você e seu animal estejam prontos para um bom convívio com seus vizinhos.

No residencial Península Lazer & Urbanismo, os animais de estimação contam com espaço exclusivo para banhos e tratamentos. Confira:

Faça um comentário sobre esta notícia