Foto-1---Ceramica-Portinari---fonte-carinapedrodotcom

Novidades e tendências que vão deixar sua casa mais bonita e sustentável

No início de março, a Expo Revestir 2015, a maior feira de materiais de acabamento e revestimento da América Latina, atraiu os olhares de arquitetos e designers de interiores do país. Expositores do Brasil e do mundo, reunidos em São Paulo, apresentaram soluções para questões que estão em discussão e já fazem parte da vida moderna, como a importância da sustentabilidade, da originalidade e do fortalecimento das culturas locais. As tecnologias de ponta se tornaram os principais aliados da sociedade contemporânea contra o desperdício e o uso consciente de materiais no processo produtivo para levar conforto e beleza aos projetos residências e empresariais.

Os principais destaques desta edição, jardins verticais, cobogós em variados formatos e cores, impressões em alta resolução e máxima fidelidade de cores e texturas, mostram que o público está cada dia mais interessado em produtos e tecnologias que ajudam a preservar os recursos naturais.

Veja a seguir, algumas das principais tendências presentes na Expo Revestir 2015.

1 – Revestimento impresso em alta qualidade (HD)

O método de impressão HD é a mais avançada tecnologia de impressão em revestimento. Atualmente, é possível obter porcelanatos, vinis e cerâmicas que imitam com precisão a textura e a cor de outros elementos, como: madeiras nobres, metal, mármore, cimento e pedras. O processo é feito por meio de uma impressora digital com qualidade fotográfica, fornecendo uma resolução de 220×720 dpi, qualidade bem superior se comparado a outras técnicas convencionais, resultando imagens mais nítidas e com cores vivas.

Entre os revestimentos em HD mais procurados estão os que imitam a madeira. Esse tipo de revestimento é uma ótima escolha para áreas externas, proporcionando a criação de ambientes vivos, descontraídos e aconchegantes. Sustentável, já que evita o uso da madeira na sua composição, a impressão digital traz também vantagens como a praticidade na hora da limpeza e a durabilidade do material. Vale lembrar que algumas marcas também criaram versões de piso antiderrapantes. Como as marcas: Eliane, Portobello e Portinari.

2 – Jardins Verticais – Green Walls

De tamanhos variados, para áreas externas e internas, os Green Walls ou paredes verdes, como são conhecidas, conquistam cada vez mais espaço em projetos de paisagismo. E com razão. Além de transformar um ambiente frio em um lugar acolhedor e alegante, as paredes verdes aliviam o calor e, consequentemente, reduzem a necessidade de uso contínuo de ventiladores e aparelhos de ar-condicionado, diminuindo o consumo de energia elétrica. Também, dão nova vida aos ambientes sem ocupar muito espaço, reduzem o ruído urbano, purificam e limpar o ar.

Para a construção do jardim vertical existem diversas técnicas e possibilidades, desde a mais simples, usando somente garrafas pets suspensas por uma corda de varal, até as mais elaboradas. A GreenWall Ceramic, empresa fundada em 2009, hoje é referência no mercado. Ela constrói paredes verdes com módulos contínuos de cerâmica fixados por argamassa em muros e paredes. Os jardins podem ser irrigados manualmente ou automaticamente usando tubos finos instalados discretamente entre os blocos de cerâmica. Esse último é recomendado para jardins maiores, que irrigam pelo sistema de gotejamento programado eletronicamente, variando de acordo com o clima e a incidência do sol no local. O que também ajuda na economia de água.

3 – Cobogós em alta

O Cobogó é um elemento que gera grande impacto em uma decoração. Criado por engenheiros pernambucanos na década de 1920, ele está de volta aos projetos de arquitetura e design de interiores como uma das mais importantes tendências. Repaginados, podem ser encontrados nos mais diferentes formatos, cores e materiais. Desde a peça tradicional, feita à mão em argila, aos feitos de madeira.

A escolha pelo cobogó abre um leque de possibilidades na decoração de um ambiente. Versátil, sua presença traz originalidade e modernidade ao espaço, podendo ser colocado tanto em áreas externas como internas. Como se trata de um elemento vazado, um dos seus maiores benefícios é tornar o espaço mais arejado e iluminado sem tirar a privacidade.

Na Expo Revestir 2015, os cobogós marcaram presença em paredes e muros, divisão de ambientes, suporte para bancadas, varanda e até mesmo como suporte para livros.

Com tantos tipos de cobogós no mercado, a dica é aproveitar todas as possibilidades desse acabamento: explore as cores, tamanhos, formatos e ambientes onde podem ser aplicados.

Sempre em busca de inovações que contribuam para a qualidade de vida de vida dos futuros moradores e usuários dos empreendimentos que realiza, a Via investe em tecnologia e novos materiais, como o BubbleDeck, que utiliza plástico de garrafas pet em lajes, as paredes de Drywall, que tornam as construções mais leves, paredes verdes em construções verticais e os cuidados com os canteiros de obras. Ações que diminuem o impacto sobre o meio ambiente e reduzem significativamente o uso de recursos naturais. É por isso que a Via é uma das únicas empresas do setor no país a ter certificações importantes como o ISO 9001, ISO 14001, OHSAS 18001, PBQP-h, LEED Ouro. Saiba mais, acesse http://goo.gl/uNL2jT.

Faça um comentário sobre esta notícia