fengshui-IMG_0365

Sua casa com boas energias

Sua mãe já falou, seu pai já reclamou, seu namorado ou sua namorada já disse que desse jeito não dá. Sua bagunça e falta de organização estão impedindo a passagem com móveis mal distribuídos pela casa ou que precisam de conserto. Saiba que essa sua desorganização pode estar impedindo os bons fluidos. Para evitar esse “transtorno energético”, a milenar ciência chinesa nos presenteou com uma importante corrente de pensamento, o Feng Shui, que deixa o ambiente mais equilibrado e com boas vibrações para que a vida corra em harmonia com a natureza.

A arquiteta Juliana Torres, especialista em Feng Shui, disse ao Estilo Via que a técnica surgiu da observação do fluxo de energia da Terra, dos astros, do clima e da temperatura. O homem da antiguidade chinesa acreditava que só prosperaria se compreendesse e aceitasse os ritmos da natureza. A pronúncia que chegou até nós é americanizada. Originalmente, o termo se pronuncia Fon Suei, uma onomatopeia usada para designar vento e água. Pela simbologia chinês, o vento dissipa as energias, enquanto a água retém, criando um equilíbrio de forças e permitindo o fluxo das vibrações.

Sim, a decoração e organização da casa pode ajudar no equilíbrio das energias. “O Feng Shui atrai pessoas e eventos de vibração elevada e afasta os de baixa vibração. Como resultado, os obstáculos parecem ser mais facilmente superados, usando menos energia física, mental e emocional para resolver os assuntos do dia a dia”, complementa Juliana.

Para realizar um projeto com base no Feng Shui, a arquiteta visita o local para analisar o ambiente e distinguir pontos que precisam de mudanças que permitam a circulação da energia. Para colocar em prática, Juliana mede todo o local e verifica para que lado fica o Norte, com a ajuda de uma bússola. Ela ainda coleta as datas de nascimento dos moradores para analisar a interação energética do imóvel com seus proprietários.

De volta a seu escritório, Juliana desenvolve a análise e indica as modificações necessárias, como posicionamento de mobiliário, uso de cores e materiais. Para cada ambiente, uma organização diferente. Isso, porque, os espaços têm finalidades próprias como sala de estar, de jantar, quarto, cozinha ou banheiro e por tanto devem ter organização específica.

A arquiteta dá dicas para quem quer iniciar o Feng Shui em casa. O primeiro passo é manter limpeza, bom funcionamento e organização – independentemente do cômodo – como itens básicos e primordiais em sua lista. “A bagunça é a inimiga de um bom Feng Shui, pois inibe a circulação fluída dos espaços”, justifica Juliana. Evite espelhos e cuide da posição da cama para que não esteja direcionada à porta do cômodo; não durma com o corpo alinhado com portas de banheiro; dê atenção especial ao centro da casa, porque ele representa saúde: este ponto deve ser harmônico e organizado e não deve coincidir com a localização de um banheiro; se há móveis que precisam de conserto, conserte, e se existe algum ponto que tem tendência a acumular poeira, limpe-o com mais frequência.

Além de casa, você também pode equalizar a energia do escritório; basta que o assunto seja estudado em fontes confiáveis. Entretanto, atualmente, existem aplicativos para celular que “ensinam a aplicar o Feng Shui”. Esses programas, de acordo com Juliana, são calculados para construções localizadas no Hemisfério Norte, ou seja, há variação nas coordenadas, o que interfere na análise. “Os apps usam a bússola acoplada aos dispositivos que, por estarem envoltos em um campo eletromagnético, possuem uma medição que pode dar uma diferença de até 16º graus em relação a uma bússola convencional”, explica. Fica a dica!

Ambientes que proporcionam relaxamento

A Via Empreendimentos também investe na harmonia e no equilíbrio entre o corpo e a mente com ambientes de relaxamento para você renovar a sua energia. Os mais recentes empreendimentos em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo oferecem desde espaço zen a spa, sauna, piscina e fitness para alongamento para você meditar e fugir do estresse do dia a dia.

Faça um comentário sobre esta notícia